quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Em paz

"Bandeira branca, amor
Não posso mais.
Pela saudade
Que me invade eu peço paz."



Sabe quando a gente fica bem... assim simples... assim como deveria ser sempre. Sem excessos, sem faltas, na medida certa e fim. Então não é que hoje estou assim.


Talvez, e só talvez seja pelo lindo fato da bandeira branca estar levantada dos dois lados - pelo comprimento cordial ter voltado, pelo sorriso leve - meio cafa meio encanto - estar do jeito que sempre deveria ter sido; e por muitos outros detalhes, que pra mim não são meros detalhes... afinal são eles que fazem toda a diferença.



Ah! Não posso deixar de falar claro do carinho gostoso que recebi do 'KG' pessoa querida que eu tenho um carinho e uma admiração muito grande e que que me deixou toda envaidecida com o selo instigante...



Amei e com certeza o Blog do KG foi merecedor desse selo; e agora junto com meu mimo coloco os indicados passem por eles e confiram, acho que não vão se arrepender.

Obrigada a todos que passam por aqui.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Avulsilidades dos dias


E essa está sendo a semana dos telefonemas...e dos sonhos loucos mas ótimos.

Terça feira 01:01 o celular toca...do outro lado da linha alguém que eu esperava que nem tivesse mais meu número; no meio da conversa que andava meio sem foco veio a pergunta: "- E o 'fulano' como está?" puta, me liga na madrugada, pra me perguntar isso? Podia ter falado milhões de coisas, mas disse apenas " - Está bem..." na verdade isso é o que eu acho. Tocamos mais algumas palavras e não demorou desliguei. O que não significa que voltei a dormir.

Na mesma terça feira, só que já bem mais tarde, decidimos animar um pouquinho a noite e fomos rumo ao trailer, porém ele não estava aberto, então seguimos alguns metros até a casa do 'P' e bebemos, conversamos comemos mendorato...e nos lembramos da aula...eu ri, ai como eu ri... e tive que ser forte para me controlar; ah como tive que ser forte. Mas adivinhem no caminho pra casa, não resisti e mandei uma mensagem...ainda sob efeito do telefonema e do 'arco' né.

E não é que no melhor do meu sonho o celular toca de novo... Quarta feira 04:28 do outro lado da linha, amiga de longa data que voltava de uma private mais louca do que o Tarso Cadore em dias de crise... mas nem fiquei brava, afinal, pessoas sob o efeito do 'arco' costumam ser sinceras ao extremo. Nesse dia consegui voltar a dormi, e o sonho... mudou, mas continuou bom.

A noite, o plano era irmos comer sashimi as 19:00 e voltar pro segundo bloco de aulas... mas... acabamos atrasando pra ir, chegando lá estava uma delícia, e acabamos perdendo um pouco a noção do tempo; mas quer saber valeu a pena. Mas me fez sonhar com o trabalho que temos que fazer; porém o desfecho do sonho foi o melhor possível e me fez acordar sonhando.

E como o celular anda tocando ultimamente, logo cedo a Bru ligou pra confirmar se vamos mesmo pra lá no fim de semana; se tudo continuar caminhando pro lado certo, sim!

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Sobre o tempo e os dias


Sabe quando falta tempo...pra tudo? Então estou nessa fase, ai que hoje todo mundo resolveu me pedir pra resolver tudo pra ontem, e eu...cansei, e resolvi deixar tudo pra daqui a pouco e tirar um tempo pra fazer o que eu gosto, e que há tempos não consigo fazer.

Nesse tempo longe daqui, muita coisa aconteceu... dias de muitas cores e músicas agitadas; e outros poucos, em preto e branco com músicas calmas. Cada dia, com sua importância, e todos com um ponto em comum...um pensamento que mesmo que eu tente, sempre acaba voltando.

Nesses dias afastada, 3 casamentos, 2 noivados, 2 batizados, 1 nascimento - alguns aniversários...a reaproximação com algumas pessoas, novas amizades, amizades antigas...muitas risadas e algumas lágrimas solitárias - hora de emoção, hora de saudade.

Todas essas comemorações me fizeram refletir e celebrar a cada dia o novo dia, e aceitar cada acontecimento da minha vida, porque cada um tem um significado, uma importância e no final, todos tem um motivo - e fazem parte do meu grande quebra cabeça.

E eu...

Ah! Eu sigo na montanha russa, cheia de alto, baixos, viradas repentinas, alguns loopings... oscilando internamente, meus desejos, mas sempre um gritando e me deixando quase surda...eu tento ignorá-lo mas tem horas que o grito é alto demais para não ouvi-lo...sigo assim, meio bossa meio rock...vez por outra toca um mambo, um tango ou um tcha tcha tcha pra variar... até porque eu não sou de um ritmo só...

E quanto ao tempo... dizem que é o Senhor da razão e que sabe fazer as coisas... o que eu sei é que ele anda apertado pra mim. Espero que logo façamos as pazes e ele passe no tempo certo e acerte tudo o que correndo pra não ser atropelada por ele eu baguncei - ou foi ele que bagunçou tentando me alcançar; não sei.